Tag Archives: leitura

MongoDB – Dicas – Index

1.2 Modelagem, Pense/Repense os Índices

Quando utilizamos índices em base Mongo, estamos seguindo os mesmos princípios das bases relacionais:

  • Melhorar a leitura
  • Prejudicar a escrita dos dados

Então, caso tenha índices que não sejam utilizados, remova-os, isso irá nos garantir que eles não atrapalhem na escolha dos planos de execução pelo motor de consulta do Mongo e também não onere na performance de inserts, updates, etc…

Para analisar o uso e determinar se um índice pode existir ou não, a agregação com $indexStats  permite conhecer a frequência de atualização dos índices, além de ferramentas como MongoDB Compass que nos passam essa informação de modo mais interessante.

Outra dica é analisar se a coleção não deveria ter um índice composto ao invés de vários índices individuais. Para consultas que usam sempre os mesmos campos, como filtro, e estes campos tem índices que não são utilizados individualmente, opte por condensá-los em um único índice composto que terá mais performance.

Clean Code – # 3 Region Code

Ferramentas: Clean Code

Continuando a série sobre como tornar nosso código mais legível, e com isso nos auxiliar no desenvolvimento de aplicações Clean Code. Veja mais uma dica Clean Code. Vamos lá:

Aplicando o Region conseguimos recolher nosso código para ter uma visão geral da classe, método e com isso facilitar a leitura dos mesmos.

Chega de teoria!

Region aplicado a classe:

region_class

Region aplicado como padrão de codificação:

region_standard

Region aplicado à nível de método:

region_metodo

Evite métodos longos, caso isso seja necessário use o Region. Quando temos método longo, eles se tornam de difícil leitura/entendimento.

Pronto! Agora temos uma noção de Region Code.

Keep Programming!